Linhas de Pesquisa: Geotecnia e Meio Ambiente

Linhas de Pesquisa: Geotecnia e Meio Ambiente 2017-01-19T18:58:25+00:00

Geotecnia Ambiental (Início 1986)

Nesta linha de pesquisa são desenvolvidos estudos básicos, multidisciplinares, visando ao entendimento de mecanismos de movimentos de massas terrosas e de transporte de fluidos pelo subsolo. Desenvolvem-se também estudos básicos e aplicados associados à disposição de resíduos sólidos urbanos e industriais e à disposição de resíduos/rejeitos de mineração; à recuperação de áreas degradadas por movimentos de massa e contaminadas por substâncias orgânicas e inorgânicas, e à prevenção ou minimização de acidentes geoambientais e danos ao meio ambiente sócio-físico. Para a implementação destes estudos são desenvolvidos modelos analítico-numéricos, ferramentas experimentais de campo e laboratório e técnicas de instrumentação e monitoramento geo-ambiental, bem como são realizadas análises de risco e de casos históricos.

Os projetos desenvolvidos nesta linha de pesquisas envolvem:

  • Desenvolvimento de procedimentos experimentais de campo e laboratório para a determinação de características tensão-deformação e de propriedades mecânicas e hidráulicas de meios não saturados, com ênfase em solos tropicais (solos residuais e coluvionares; solos colapsíveis e expansivos) e resíduos de diferentes origens;
  • Desenvolvimento de procedimentos experimentais para a determinação de características bio-físico-químicas associadas a processos de evolução de perfis de intemperismo em solos residuais e de transporte de contaminantes pelo subsolo e águas subterrâneas;
  • Estudo e desenvolvimento de técnicas de instrumentação e monitoramento de solos e resíduos visando avaliar o comportamento de tais materiais em presença de diferentes problemas geo-ambientais e a implementação de técnicas de recuperação de áreas degradadas por movimentos de massa ou contaminadas por substâncias orgânicas ou inorgânicas, dissolvidas ou não na água subterrânea;
  • Desenvolvimento de sistemas de monitoramento visando o estudo da interação solo-clima vegetação em diferentes problemas geo-ambientais e estudos associados à geração de biogás e/ou efluentes tóxicos em aterros/pilhas de resíduos de diferentes origens;
  • Desenvolvimento de procedimentos numéricos para análise de processos de infiltração de água e/ou contaminantes em meios geológicos e resíduos de diferentes origens;
  • Estudos de processos de biodegradação de contaminantes orgânicos em solos tropicais;
  • Estudo do comportamento de sistemas de cobertura de aterros/pilhas de disposição de resíduos sólidos;
  • Desenvolvimento de procedimentos numéricos para análise da mobilidade de contaminantes em meios geológicos;
  • Estudos de efeitos biogeoquímicos de processos de sequestro de CO2 em meios geológicos e de CH4/CO2 em áreas de disposição de resíduos sólidos urbanos;
  • Estudos sobre a reutilização de resíduos e rejeitos de diferentes origens em diferentes obras geotécnicas;
  • Desenvolvimento de ferramentas computacionais para avaliação da susceptibilidade de ocorrências de danos e/ou análises de riscos associados a eventos geo-ambientais;
  • Remediação de solos contaminados por dessorção térmica;
  • Recuperação de áreas degradadas;
  • Desenvolvimento de metodologia dinâmica para investigação geo-ambiental;
  • Monitoramento do armazenamento geológico de CO2 em meios geológicos.

Geotecnia Experimental (Início 1977)

A linha de pesquisa trata de estudos experimentais no campo e no laboratório sobre o comportamento mecânico e hidráulico de solos naturais, solos reforçados e pavimentos. Esta linha inclui também o desenvolvimento de novos equipamentos e instrumentação para ensaios,além do monitoramento e avaliação de obras geotécnicas durante e após a construção.

Os principais projetos desenvolvidos nesta linha de pesquisas são:

  • Desenvolvimento e análise do comportamento de novos materiais geotécnicos através de técnicas de reforço e inserção de materiais alternativos;
  • Desenvolvimento de novos equipamentos e técnicas de ensaio de solos e geossintéticos;
  • Avaliação da durabilidade de enrocamentos e de materiais geossintéticos;
  • Monitoramento de obras de barragens e de estabilização de taludes;
  • Utilização de resíduos diversos no melhoramento de propriedades geotécnicas para aplicação em pavimentação e obras de terra;
  • Desenvolvimento de metodologia dinâmica para investigação geológico-geotécnica;
  • Desenvolvimento de novas ferramentas para levantamentos hidrogeológicos;
  • Utilização de ferramentas geofísicas na modelagem geológica;
  • Utilização de geossintéticos para combater efeitos de subpressão.

Geomecânica Computacional (Início 1978)

Esta linha de pesquisa propõe-se o estudo do comportamento hidráulico/mecânico de solos, rochas e obras geotécnicas através de métodos numéricos (método dos elementos finitos, método dos elementos de contorno, métodos híbridos, métodos estocásticos) e outras técnicas computacionais como, por exemplo, redes neurais.

Geomecânica do petróleo (Início 1989)

A linha de pesquisa desenvolve estudos básicos e aplicados para a indústria do petróleo, com ênfase nos aspectos geomecânicos. Estes estudos cobrem a área experimental (ensaios em pequenas amostras e em modelos), análise do comportamento de poços e reservatórios e desenvolvimento de modelos analíticos e numéricos.

Os projetos desenvolvidos nesta linha de pesquisas são:

  • Estabilidade de poços em folhelhos;
  • Estabilidade de poços em maciços fraturados;
  • Construção de poços em evaporitos;
  • Injeção de CO2 para fins de EOR;
  • Análise de geopressões em bacias sedimentares;
  • Efeitos geomecânicos em reservatórios;
  • Estudos numéricos e experimentais de processos de produção de areia/sólidos em rochas produtoras de óleo.
  • Comportamento de reservatórios complexos.

Mecânica das Rochas e Geologia de Engenharia

Esta linha de pesquisas tem como objetivos: descrever os maciços rochosos e quantificar suas propriedades mecânicas e hidráulicas e analisar a influencia da estrutura e estratigrafia dos maciços rochosos em obras geotécnicas.

Os projetos desenvolvidos nesta linha de pesquisas são:

  • Comportamento de escavações subterrâneas;
  • Estabilidade de taludes em maciços rochosos com aplicações a encostas naturais e mineração a céu aberto;
  • Modelagem geológica/geomecânica de maciços rochosos;
  • Estudo de propriedades geotécnicas de materiais componentes de perfis de alteração de rochas gnáissicas;
  • Estudo de processos de armazenamento geológico de CO2;
  • Desenvolvimento de equipamentos/sensores para a realização de ensaios mecânicos em rochas;
  • Avaliação de metodologias existentes para previsão de danos a dutos decorrentes da abertura a fogo de valas em meios rochosos