Compartilhe: (1 mês atrás)

As normas do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil complementam o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação da PUC-Rio e aplicam-se aos alunos de tempo integral com dedicação exclusiva. Alunos de tempo parcial devem procurar se adequar às mesmas da melhor maneira possível, seguindo orientação específica da Coordenação de Pós-Graduação do Programa. Dúvidas e outras situações não consideradas nas presentes normas serão esclarecidas pela Comissão de Pós-Graduação do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental.

1 Exigências para Obtenção do Título

a) Completar o mínimo de 24 créditos em disciplinas obrigatórias e eletivas de pós-graduação, conforme estrutura curricular do curso, com rendimento acumulado não inferior a sete no conjunto das disciplinas e não inferior a seis em cada disciplina isoladamente. 

b) Ter sido aprovado em Exame de Proficiência de Língua Inglesa (LET3101). Alternativamente, apresentar certificado de curso de inglês em nível intermediário ou avançado ou os seguintes comprovantes: TOEFL/IBT – mínimo de 71 pontos com validade de 2 anos; TOEFL/ITP – mínimo de 527 pontos com validade de 2 anos; IELTS Academic – nota 6 (com nota mínima 5 em listening, reading, writing, speaking) com validade de 2 anos; CAMBRIGDE EXAM – CAE ou FCE – B2 sem prazo de validade

c) Ter sido aprovado em CIV3021 - Estágio de Docência na Graduação (Mestrado) – 1 cr.

d) Apresentar, defender e ter sido aprovado em Dissertação de Mestrado (CIV3000).

e) Entregar o volume final da dissertação dentro do prazo estabelecido pela Banca Examinadora, respeitados os prazos máximos estabelecidos pela Universidade.

f) Ter sido aprovado na disciplina CIV3009 – Produção Científica no Mestrado, apresentando à Coordenação de Pós-Graduação uma cópia do artigo técnico completo, aprovado pelo professor orientador e referente à dissertação de mestrado, submetido a congresso nacional ou internacional ou a periódico considerado de nível B3 ou superior da área de Engenharias I do Qualis/Capes (quadriênio 2013 – 2016).

2 Estrutura Curricular do Mestrado - aprovada na 149ª reunião da Comissão Geral do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental realizada em 09 de agosto de 2018.

2.1 Disciplinas Obrigatórias (Estruturas e Geotecnia)

CIV 3000 Dissertação de Mestrado (0 cr) 

CIV 3009 Produção Científica no Mestrado (0 cr)

LET 3101 Exame de Proficiência em Língua Estrangeira – Inglês (0 cr) 

CIV 3021 Estágio de Docência na Graduação – Mestrado (1 cr)

2.1.1 Estruturas

CIV 2101 Métodos Matemáticos para Engenharia Civil (3 cr)

CIV 2103 Teoria da Elasticidade (3 cr)

CIV 2161 Seminário de Estruturas I - Mestrado (0 cr)

CIV 2162 Seminário de Estruturas II – Mestrado (0 cr)

2.1.2 Geotecnia

CIV 2520 Mecânica das Rochas (2 cr)

CIV 2530 Mecânica dos Solos (4 cr)

CIV 2531 Geologia (2 cr)

CIV 2540 Modelos Constitutivos para Materiais Geotécnicos I (2 cr)

CIV 2561 Seminário Geotécnico I – Mestrado (0 cr)

CIV 2562 Seminário Geotécnico II – Mestrado (0 cr)

2.2 Disciplinas Eletivas 

2.2.1 Estruturas

CIV 2102 Cálculo Matricial de Estruturas (3 cr)

CIV 2104 Teoria da Plasticidade (3 cr)

CIV 2106 Instabilidade das Estruturas (3 cr)

CIV 2108 Dinâmica das Estruturas I (3 cr)

CIV 2109 Análise Experimental de Estruturas (3 cr)

CIV 2118 Métodos dos Elementos Finitos (3 cr)

CIV 2121 Dinâmica das Estruturas II (3 cr)

CIV 2124 Comportamento e Projeto de Estruturas de Aço I (3 cr) 

CIV 2125 Comportamento e Projeto de Estruturas de Aço II (3 cr)

CIV 2126 Comportamento e Projeto de Estruturas de Concreto Armado (3 cr)

CIV 2127 Comportamento e Projeto de Estruturas de Concreto Protendido (3 cr)

CIV 2132 Estruturas de Materiais Compósitos (3 cr)

CIV 2134 Patologia das Estruturas (3 cr)

CIV 2153 Introdução à Análise Não-Linear (3 cr)

CIV 2154 A Prática da Modelagem e Simulação de Sistemas Estruturais em Engenharia Civil (3 cr)

CIV 2155 BIM: Novas Tecnologias e Metodologias em Engenharia e Arquitetura (3 cr)

CIV 2156 Modelos Constitutivos para Estruturas (3 cr)

CIV 2157 Materiais Compósitos Aplicados à Construção Civil (3 cr)

CIV 2158 Método dos Elementos de Contorno (3 cr) 

CIV 2159 Propriedades do Concreto (3 cr)

CIV 2170/71 Tópicos Especiais em Estruturas (1 cr)

CIV 2172/74 Tópicos Especiais em Estruturas (2 cr)

CIV 2175/80 Tópicos Especiais em Estruturas (3 cr)

CIV 2801 Fundamentos de Computação Gráfica Aplicada (3 cr)

CIV 2802 Sistemas Gráficos para Engenharia (3 cr)

Observação: outras disciplinas de pós-graduação podem ser aceitas como eletivas quando oferecidas: a) pelo Centro Técnico-Científico da PUC-Rio; b) por outras instituições de ensino e pesquisa desde que com prévio consentimento da Coordenação de Pós-graduação em Engenharia Civil.

2.2.2 Geotecnia

CIV 2516 Geologia da Engenharia (3 cr)

CIV 2517 Fundações (3 cr)

CIV 2518 Barragens de Terra e Enrocamento (2 cr)

CIV 2519 Empuxos de Terra e Estabilidade de Taludes (3 cr)

CIV 2531 Geologia de Engenharia (3 cr)

CIV 2532 Métodos Numéricos em Engenharia Civil (3 cr)

CIV 2534 Mecânica das Rochas Aplicada (3 cr)

CIV 2535 Dinâmica dos Solos (3 cr)

CIV 2537 Ensaios de Laboratório em Geotecnia (2 cr)

CIV 2538 Investigações Geotécnicas de Campo (2 cr)

CIV 2543 Geotecnia Ambiental (3 cr)

CIV 2544 Mecânica dos Solos Avançada (3 cr)

CIV 2545 Geomecânica do Petróleo (3 cr) 

CIV 2546 Hidrologia de Águas Subterrâneas (3 cr)

CIV 2547 Modelos Constitutivos para Materiais Geotécnicos II (3 cr) 

CIV 2552 Métodos Numéricos de Problemas de Fluxo e Transporte em Meios Porosos (3 cr)

CIV 2553 Geotecnia Experimental (3 cr)

CIV 2554 Instrumentação Geotécnica (3 cr) 

CIV 2555 Geotecnia de Disposição de Resíduos Sólidos (3 cr)

CIV 2557 Métodos Computacionais de Partículas (3 cr)

CIV 2570/71 Tópicos Especiais em Geotecnia (1 cr) 

CIV 2572/75 Tópicos Especiais em Geotecnia (2 cr) 

CIV 2576/79 Tópicos Especiais em Geotecnia (3 cr)

Observação: outras disciplinas de pós-graduação podem ser aceitas como eletivas quando oferecidas: a) pelo Centro Técnico-Científico da PUC-Rio; b) por outras instituições de ensino e pesquisa desde que com prévio consentimento da Coordenação de Pós-graduação em Engenharia Civil.

3 Proposta de Dissertação

Até o final do segundo semestre do curso (31 de julho ou 31 de dezembro) cada aluno deve apresentar uma proposta de dissertação à Coordenação de Pós-Graduação, aprovada pelo professor orientador, com as seguintes informações: título preliminar, linha de pesquisa, palavras-chave, nome do orientador (e coorientador, se houver), resumo da proposta com descrição dos objetivos da pesquisa, metodologia e resultados esperados. A matrícula do aluno no semestre subsequente só será efetuada caso esta exigência tenha sido cumprida.

4 Bolsas de Estudo de Agências de Fomento

4.1 Concessão e Acompanhamento do Desempenho Acadêmico

O Programa conta com um número limitado de bolsas de estudo concedidas a alunos de tempo integral pelas agências de fomento à pesquisa (Capes, CNPq, Faperj), com duração máxima de vinte e quatro meses.

O aluno de tempo integral (bolsista de agência de fomento) deverá estar matriculado semestralmente em no mínimo quatro disciplinas de pós-graduação, exceto nos casos em que o número de créditos necessário para integralização do curso puder ser feito com número menor de disciplinas. O aluno poderá, excepcionalmente, cancelar uma disciplina desde que justificado e aprovado pela Comissão de Pós-Graduação, dentro dos prazos estabelecidos anualmente pelo calendário escolar da Universidade.

A Comissão de Pós-Graduação avaliará o desempenho dos alunos de tempo integral no final de cada semestre letivo. Com base nesta avaliação, poderá ser cancelada a bolsa de estudo:

a) automaticamente, do aluno de Mestrado que apresentar um CR inferior a 6 (seis), em um período qualquer, ou um CR inferior a 7 (sete), em dois períodos consecutivos;

b) por avaliação da comissão de Pós-Graduação, do aluno de Mestrado que tiver desempenho acadêmico considerado muito abaixo dos colegas.

4.2 Obrigações do Bolsista

a) Dedicar-se integral e exclusivamente às atividades de pesquisa ou ensino / pesquisa determinados pelo curso.

b) Manter o currículo atualizado na plataforma Lattes / CNPq, registrando a condição de bolsista.

c) A bolsa será cancelada se apurada omissão de percepção de remuneração.

d) Em caso de não conclusão do curso:

d.1) CNPq: ressarcir o CNPq quanto aos recursos pagos em seu proveito, atualizados pelo valor da mensalidade vigente no mês da devolução, no caso de abandono ou desistência de própria iniciativa sem motivo de força maior ou pelo não cumprimento das disposições normativas, no prazo de até trinta dias contados da data em que se configurar o abandono ou desistência. Não cumprindo o prazo citado, o débito será atualizado monetariamente acrescido dos encargos legais nos termos da lei.

d.2) Capes/PROEX: a não conclusão do curso acarretará ao ex-bolsista a obrigação de restituir os valores despendidos com o benefício, salvo se motivada por caso fortuito, força maior, circunstância alheia à sua vontade ou doença grave devidamente comprovada, que o impeça de realizar as atividades acadêmicas. A CG/PROEX (Comissão de Gestão) deverá fundamentar e se posicionar em parecer conclusivo, com decisão fundamentada, acerca de todas as situações de não conclusão.